Ginecomastia

Ginecomastia é o crescimento de mamas de tamanho fora do normal em homens. Ao contrário do que muitos podem pensar, este problema deve-se ao excesso de tecido mamário e não ao excesso de gordura.

A ginecomastia pode ocorrer em pessoas de todas as idades. Em recém-nascidos, a causa mais comum costuma ser uma reação ao contato com o estrogênio da mãe durante a gestação. Nesses casos, a ginecomastia costuma se resolver rapidamente.

Em adolescentes, o problema costuma acontecer por volta dos 14 anos de idade e pode afetar tanto apenas uma quanto as duas mamas. Nesses casos, a ginecomastia se deve a um aumento tardio na quantidade de testosterona nos meninos em relação à quantidade de estrogênio que é bastante comum durante a puberdade.

Quando o problema afeta adultos mais velhos, ele pode estar diretamente relacionado à queda nos níveis de testosterona no organismo.

O índice de testosterona também pode cair como resultado de outras condições de saúde e situações, como:

Quimioterapia, muito comum para tratar câncer
Doença hepática crônica
Exposição a hormônios esteroides anabolizantes
Exposição ao estrogênio
Insuficiência renal
Falta de testosterona no organismo
Tratamento hormonal para câncer de próstata
Tratamento com radiação nos testículos
Efeitos colaterais de algumas medicações
Defeitos congênitos
Hipertireoidismo
Tumores
Câncer de mama, apesar de a doença ser extremamente rara em homens.

Tratamento e Cuidados
Tratamento de Ginecomastia

O aumento das mamas em homens pode ser extremamente constrangedor, especialmente para adolescentes. A boa notícia é que existe tratamento para o problema. Ele pode ser feito tanto por terapia hormonal, que bloqueia o efeito do estrogênio, como por meio de uma intervenção cirúrgica que reduz o tamanho da mama.

A beleza ao seu alcance